Diagnóstico socioeconômico e prospecção de oportunidades de desenvolvimento dos municípios de Corumbá e Ladário, MS.

Autor(es): SANTOS, Jorge Manuel Filipe dos; MATLABA, Valente José; SILVA, Rosa de Nazaré Paes da; GALVÃO, Lilyan [coord.]
Resumo: Este relatório objetiva fazer uma análise socioeconômica dos municípios de Corumbá e Ladário, do Mato Grosso do Sul, para subsidiar a discussão sobre prospecção de oportunidades de desenvolvimento econômico sustentável para o território. A análise aqui realizada está assente em dados secundários, de fontes oficiais, como o IBGE ou o Ministério da Economia, ou de comprovado rigor científico, como no caso do projeto MapBiomas, entre outros. Além disso, foram consultadas fontes documentais e resultados de pesquisas realizadas na região.
O modelo analítico adotado propõe a identificação de fatores indutores presentes ou com possibilidade de serem implantados no território que permitam alavancar determinados eixos de desenvolvimento desejáveis para os stakeholders locais. Os principais vetores considerados contemplam não só a produção de bens e serviços para exportar para outros territórios nacionais e exteriores, mas também para atender demandas do mercado local que atualmente são satisfeitas por meio de importações de outras regiões.
A primeira etapa da pesquisa estudou os eventos históricos mais marcantes na região, que estiveram na origem da formação do território e que ajudam a explicar a situação atual dos dois municípios. Em seguida, foram mapeados os recursos materiais, humanos e institucionais locais mais relevantes que permitem identificar os fatores de produção do território. Além disso, se investigaram também as principais dinâmicas socioeconômicas que caracterizam o contexto atual e que permitem traçar cenários para o futuro. Finalmente, as análises consolidadas possibilitaram identificar as potencialidades mais significativas que poderão ser exploradas para alavancar o desenvolvimento dos dois municípios, assim como os fatores mais determinantes que condicionam as atividades econômicas do território.
Atendendo à realidade geográfica dos dois municípios, foi considerado que eles se constituem como um só território, dado que apresentam continuidade espacial e características socioeconômicas semelhantes e integradas entre si.
Se trata de um território com um importante patrimônio histórico e com excelentes recursos naturais que servem de base a uma economia focada essencialmente na pecuária, na extração mineral e no turismo. O território apresenta um conjunto diversificado de infraestruturas logísticas, com conexões a fortes centros econômicos no Sul e Sudeste do Brasil e a importantes praças internacionais dos países vizinhos. No entanto, a situação de alguns desses meios logísticos, como no caso da ferrovia, têm sofrido com baixo investimento na sua manutenção e melhoria.
A população tem um perfil relativamente jovem e a educação tem mostrado bons avanços nos últimos anos, com impacto direto na melhoria do IDH municipal. Essas condições indicam um bom estoque de capital humano que poderá ser um fator importante de desenvolvimento, se houver um reforço para melhorar ofertas de educação técnica e superior de qualidade e iniciativas de formação para o empreendedorismo.
Dada a importante potencialidade turística, um dos vetores de formação e empreendedorismo deverá ser nesse setor (hotelaria, gastronomia etc.). Para valorizar ainda mais as riquezas naturais na região, é importante fomentar práticas sustentáveis para suprir as necessidades atuais sem comprometer o equilíbrio ecológico e as necessidades das gerações futuras. Além disso, estes aspectos são cada vez mais valorizados nos mercados internacionais de turismo, não só para atrair visitantes, mas também operadores e investidores externos.
O comércio local tem uma forte dependência da cotação do dólar americano, uma vez que o fluxo de bolivianos das cidades vizinhas em busca de mercadorias depende das flutuações cambiais do real em relação ao dólar. Portanto, seria interessante pensar políticas econômicas anticíclicas para o setor, por forma a minimizar o efeito das oscilações do dólar. Além disso, a economia local tem obtido pouco benefício na participação nas redes de transporte, funcionando apenas como lugar de passagem, fiscalização e controle de mercadorias.
A produção presente no território apresenta majoritariamente produtos de baixa complexidade tecnológica, como minérios (ferro e manganês) e pecuária bovina (carne e leite). Para a verticalização destas cadeias será necessário fortalecer as fontes confiáveis de energia, o que não tem acontecido com o gás vindo da Bolívia. Além disso, aqui também é estratégico melhorar a capacidade técnica da mão de obra nos setores da indústria e da agropecuária, cujos melhores recursos estão concentrados atualmente nos serviços e na administração pública.
Neste sentido, uma análise integrada para os dois municípios aponta para os seguintes fatores que condicionam suas atividades econômicas:
 As principais cadeias produtivas existentes são a pecuária de corte e leiteira, a mineração e o turismo.
 A estrutura econômica existente apresenta forte influência da formação histórica da economia da região assente nos recursos naturais disponíveis.
 A administração pública depende em grande parte da transferência de recursos federais para cumprir as suas obrigações constitucionais, absorvendo uma grande fatia da mão de obra local mais qualificada.
 Torna-se necessário investigar mais profundamente para identificar os fatores limitadores para a emergência de setores com maior inovação tecnológica. Os dados obtidos até agora apontam para a necessidade infraestruturas logísticas e de fontes de energia mais eficientes, assim como mais capacitação técnica e de empreendedorismo.
 As atividades agrícolas e agroindustriais existentes parecem ainda operar com arranjos com baixa tecnologia; entretanto a base agrícola é produtiva e rentável. A pecuária bovina de Corumbá ainda é de características extensivas, colocando pressão no meio natural.
Se mostra estratégico aprofundar o conhecimento sobre os recursos naturais, culturais e humanos deste território, na procura de opções de desenvolvimento sustentável que proporcionem uma melhoria na qualidade de vida dos seus habitantes. Para isso, são propostas as seguintes atividades de pesquisa no futuro:
 Obtenção de dados sobre os fluxos comerciais e turísticos de e para o território de estudo, para aprofundar o estudo das cadeias produtivas locais.
 Avaliar o ecossistema empreendedor local.
 Mapear a aptidão agrícola das terras antropizadas.
 Mapear os efeitos das recentes queimadas.
 Mensurar o grau de coesão social local.
 Levantamento das visões de desenvolvimento dos stakeholders locais.
Para terminar, é importante mencionar os brutais efeitos socioeconômicos da atual pandemia, cujas consequências se farão sentir por muito tempo, a nível global, condicionando todas as atividades humanas e que merecerão atenção também no caso de Corumbá e Ladário.
Ano: 2020
Páginas: 130 p.
DOI: 10.29223/PROD.TEC.ITV.DS.2020.57.Santos
Ano de publicação: 2021
Data de elaboração: 2020
Link para o PDF: Clique aqui