22/09/21 - Reflorestamento

Devido à magnitude das áreas desmatadas e aos custos de sua restauração, é importante definir regiões prioritárias para a recomposição florestal. O projeto visa analisar a situação das áreas de proteção da vegetação nativa de diferentes regiões de estudo e indicar áreas prioritárias para reflorestamento. Um método para definição dessas áreas foi desenvolvido e aplicado na bacia hidrográfica do rio Itacaiúnas, considerando os recursos hídricos, a conectividade florestal, a adequabilidade dos ambientes como habitat e a chance de sucesso da restauração. Os resultados já obtidos indicam áreas que precisam ser legalmente restauradas e locais onde a restauração traria mais benefícios, considerando os critérios ambientais selecionados.