23/04/20

A Vale, por meio do Instituto Tecnológico Vale (ITV), deu início ao mais amplo estudo de sequenciamento de DNA do novo coronavírus (Sars-CoV-2) até então desenvolvido no país. Em parceria com a Fiocruz, serão coletadas pelo menos mil amostras do vírus que provoca a Covid-19, cujo combate se tornou o maior desafio da humanidade. A pesquisa genética sobre o novo coronavírus envolve diretamente a participação de mais de 50 pesquisadores e bolsistas, vinculados a centros de pesquisa e de bioinformática em Belém, Manaus, Natal, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, além de uma rede de colaboradores espalhados pelo país e no exterior.

O Projeto Genoma Covid-19 é uma das mais importantes iniciativas da história do Instituto Tecnológico Vale, que comemora 10 anos de fundação em 2020. O Instituto detém um dos mais avançados laboratórios de sequenciamento de genoma da América Latina. Em quatro anos, mapeou o genoma de mais de 8 mil espécimes de fauna e flora da região de Carajás. Entre os quais, está o sequenciamento do genoma do Jaborandi (Pilocarpus mucrophyllus), cujo princípio ativo é usado em produtos cosméticos e farmacêuticos, como no tratamento ao glaucoma.

Parcerias:

Principais Resultados:

  • produzir conhecimento na busca por vacinas.
  • medicamentos para reduzir o impacto da doença.
  • promover estudos epidemiológicos.
  • correlacionar as variações genéticas do vírus com a história clínica da doença e desenvolver testes diagnósticos mais precisos.

Principais Marcos:

Agosto 2020

Início das atividades

Janeiro 2021

Entrega de todos os programas de bioinformática para a comunidade científica

Janeiro 2021

Primeiros 200 genomas sequenciados

Abril 2021

Primeira avaliação da epidemiologia genética do virus