(PT) Metaproteômica de solos de cavernas de Carajás

Author(s): FONSECA, Lana Patricia da Silva; VALADARES, Rafael Borges da Silva; TRINDADE, Felipe Costa; OLIVEIRA, Guilherme Corrêa de
Summary: (PT) A Floresta Nacional de Carajás representa uma área de preservação ambiental, de grande biodiversidade e produção mineral. As cavernas também estão inseridas como ambientes dotados de riqueza de espécies e características ambientais únicas. As cavernas são consideradas bens da União sendo, portanto, protegidas por Lei de acordo com diferentes graus de relevância. As cavernas possuem zonas fóticas (ZF), semi-fóticas (ZSM) e afóticas (ZAF) de penetração de luz que influenciam diretamente no fluxo de energia e na proliferação da fauna e flora local. A ausência de luz solar nas cavernas impossibilita a ação de organismos fotossintetizantes. Assim grande parte da entrada de energia é regulada pela atividade de microrganismos quimioautotróficos ou pela decomposição de compostos orgânicos. Em outras zonas, a presença de luz solar permite a atividade de microrganismos e plantas fotossintetizantes, incrementando a entrada de energia no ecossistema e possibilitando uma maior gama de metabolismos no ecossistema cavernícola. Este trabalho teve como objetivo identificar os microrganismos presentes no solo de duas cavernas localizadas na Serra da Bocaina (Pará) e verificar os mecanismos moleculares mais abundantes em solos amostrados em zonas com diferentes graus de penetração luminosa. Para isso foram utilizadas metodologias de extração de proteínas do solo, cromatografia líquida e espectometria de massas de alta resolução. As análises dos proteomas revelaram o filo das cianobactérias como o grupo mais recorrente nas amostras testadas e de maior relevância na ZF. Peptídeos de cianobactérias bem como do gênero de planta Selaginella estão relacionadas à fotossíntese. Na ZSF o gênero Selaginella também estava presente, mostrando a importância destas plantas como fonte primária de energia nas cavernas. Nesta zona também foram identificadas enzimas envolvidas nos processos de oxidação e redução de compostos inorgânicos, processos característicos de metabolismo microbiano baseado na quimiossíntese. Na ZSF, a enzima cisteína desulfurase teve destaque e na ZAF, as enzimas sulfeto citocromo c redutase (flavocitocromo c), cisteína desulfurase e sulfato adenililtransferase foram detectadas, todas envolvidas na obtenção de energia independente de luz. Portanto, a partir da metaproteômica, foi possível identificar a biota ativa e funções bioquímicas associadas, demonstrando a importância destes organismos para a manutenção do ecossistema cavernícola. Este é o primeiro trabalho envolvendo a análise metaproteômica para avaliação da atividade microbiana em solos de cavernas.
Year: 2020
Pages: 19 p.
DOI: 10.29223/PROD.TEC.ITV.DS.2020.Fonseca
Year of publication: 2020
Kind of report: Relatório final
Link to PDF: Click here