Recuperação de áreas degradadas na Flona de Carajás com base na diversidade taxonômica e funcional de aves

Autor(es): AWADE, Marcelo; MIRANDA, Leonardo; MOLINA, Michele; GIANNINI, Tereza Cristina
Resumo: A recuperação de áreas degradadas pela mineração é uma prática obrigatória pela legislação brasileira para qualquer empresa que explore minérios. Apesar da relevância da recuperação no cenário atual, ainda existe muita discussão sobre como recuperar áreas impactadas. A escassez de estudos é ainda maior em áreas de florestas tropicais. Ademais, ainda existe um debate sobre qual é a melhor forma de se quantificar a diversidade biológica e sobre qual é a relevância da diversidade para a recuperação da funcionalidade de ecossistemas degradados. Neste relatório, apresentamos os resultados parciais de um estudo realizado em áreas degradadas pela mineração de arenito e que se encontram atualmente em recuperação. Comparamos sítios em diferentes idades de recuperação, a fim de avaliar se as diversidades de espécies e funcional de aves vêm sendo recuperadas. Nossos resultados mostraram que os sítios em recuperação apresentaram uma tendência convergente com o estado de referência no que se refere à diversidade e composição de espécies. Porém, o mesmo não foi observado para a diversidade funcional, em que os sítios iniciais-intermediários, avançados e de referência possuem uma diversidade e composição funcional relativamente distintos entre si. Vale mencionar que nossa amostragem pode ser considerada pequena, recomendando-se a continuidade das atividades, assim como a elaboração de um plano de monitoramento sistemático e de longo prazo nas áreas estudadas.
Ano: 2019
DOI: 10.29223/PROD.TEC.ITV.DS.2019.24.Awade
Tipo de relatório: Relatório parcial
Link para o PDF: Clique aqui