Processamento hidro-pirometalúrgico de minério de níquel laterítico

Autor(es): Ribeiro, Pedro Paulo Medeiros; Santos, Iranildes Daniel dos; Neumann, Reiner; Dutra, Achilles Junqueira Bourdot
Resumo: Uma amostra de minério de níquel laterítico proveniente da região norte do Brasil foi processada via rota hidro-pirometalúrgica. Após sulfatação com ácido sulfúrico na proporção 50% (m/m), em temperatura ambiente, seguido de duas etapas de tratamento térmico em diferentes temperaturas, 265°C e 780°C, lixiviação aquosa e filtração, as recuperações de níquel, cobalto, ferro e magnésio foram 80,6%, 93,3%, 5,5% e 74,4%, respectivamente. As amostras dos resíduos sólidos do processo foram caracterizadas por difração de raios-X, microscopia eletrônica de varredura e análise química. A quantificação das fases presentes nos resíduos sólidos do processo, pelo método de Rietveld, mostrou que as fases predominantes são hematita, quartzo, goethita, clorita e cromita, sendo que a maior parte do níquel residual se encontra incorporado na clorita (92,1%).
Periódico: 74º Congresso Anual da ABM – Internacional
Ano: 2019
Páginas: p. 1-12