Metabarcoding de fungos no solo de fitofisionomias sobre a Canga de Carajás e caracterização de suas guildas ecológicas

Autor(es): ALMEIDA, Mateus Sousa de
Resumo: As diferentes fitofisionomias da Serra dos Carajás-PA possuem plantas com um alto grau de endemismo crescendo sob a influência da Canga. É sabido que a comunidade de fungos do solo facilita o crescimento de plantas pelo aumento de sua resistência e resiliência e por prover condições favoráveis de solo. Perturbações minerárias impactam a diversidade de fungos e desta forma a capacidade de manutenção e recuperação do solo. O conhecimento aprofundado da diversidade funcional de fungos de fitofisionomias específicas da canga pode fornecer insights para estratégias de conservação e recuperação. Dados os avanços metodológicos, como a tecnologia de metabarcode de DNA, o objetivo do relatório em anexo foi fazer inferências ecológicas da comunidade de fungos presentes no solo de diferentes fitofisionomias em Carajás. Amostras representativas do solo de cada fitofisionomia foram coletadas e analisadas por meio do DNA metabarcode da região ITS2. A classificação taxonômica dos resultados foi realizada pelo pipeline do PIPITS e sua inferência ecológica e funcional foi feita por correlação através do software FUNGuild. O relatório destaca a identificação de uma composição taxonômica específica para cada fitofisionomia, além da inferência de 17 guildas ecológicas de fungos, incluindo saprotróficos do solo, micorríticos, endofíticos, patogênicos, parasitários, além de alguns fungos que interagem com líquens. Muitos desses grupos têm funções essenciais para a manutenção do solo e da planta da canga.
Ano: 2020
Páginas: 14 f.
Ano de publicação: 2020
Orientação: Rafael Borges da Silva Valadares, Dr.; Ronnie Cley de O. Alves, Dr.
Link para o PDF: Clique aqui
Curso: Mestrado em Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais