Abelhas sem ferrão do Pará: a partir das expedições científicas de João M. F. Camargo

Autor(es): IMPERATRIZ-FONSECA, Vera Lúcia; ALVES, Denise A. (Orgs.)
Resumo: Há muitas espécies de abelhas sem ferrão no Brasil, e em especial na Amazônia, região com carência de mais conhecimento científico sobre esses insetos sociais. Na literatura, geralmente, há poucas referências a seus ninhos, hábitos de vida e produtos da colônia, como mel, resinas, cerume e pólen. Informações relacionadas à utilização das colônias de abelhas sem ferrão pelos povos pré-colombianos das Américas mostram muitos pontos em comum nas diversas etnias. Ao avaliarmos os aspectos bioculturais globais, com frequência há uma base similar neste reconhecimento das abelhas e de seus produtos, como remédios, oferendas, importância na hierarquia social, uso comercial, papel ecológico. As expedições científicas realizadas por João M. F. Camargo à Amazônia, em busca de ninhos de abelhas sem ferrão nativas, permitiram identificar informações inéditas sobre um dos ecossistemas mais biodiversos do mundo e suas peculiaridades. O registro fotográfico dos ninhos dessas abelhas sociais, como compilado nesta publicação, nos permite a reflexão sobre novos horizontes bioculturais. A idealização deste livro possibilitou reunir tanto as informações valorizadas pelas publicações científicas, como o cuidado com que esse registro foi feito e organizado em uma coleção entomológica de referência na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A recuperação de parte dessas informações foi possível pela digitalização da fototeca Prof. João M. F. Camargo, que, certamente, contribuirá para a identificação de espécies de abelhas cujos ninhos são resgatados em áreas de supressão vegetal autorizada, como ocorre de maneira legal e responsável na Floresta Nacional de Carajás e de muitos outros empreendimentos. Numa época em que o mundo todo se preocupa com o declínio das populações de abelhas, ilustramos aqui a biodiversidade amazônica de abelhas sem ferrão, em especial de Carajás, no Estado do Pará. É um trabalho relevante para as comunidades da região que se interessam cada vez mais pela criação e pelo uso sustentável das abelhas sociais, que agrega renda e assim o desenvolvimento socioambiental.
Ano: 2020
Páginas: 280 p.
Ano de publicação: 2020
Editora com ISSN: ITV
Link para o PDF: Clique aqui