A inserção da matriz produtiva do dendê em áreas antropizadas: contribuição para um ambiente sustentável

Autor(es): SILVA JÚNIOR, José de Ribamar Bento da
Resumo: O uso de áreas antropizadas para implantação de uma matriz produtiva sustentável integrada à conservação de remanescentes florestais é importante para assegurar a biodiversidade e os recursos naturais: bens imprescindíveis para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do imóvel rural. Os remanescentes florestais integrados e conectados tornam-se importantes para as dinâmicas das populações silvestres locais. Nesse aspecto, a introdução da matriz produtiva do dendê (Elaeis guineensis) em áreas antropizadas foi impulsionada e hoje representa uma das atividades agroindustriais com grande potencial de crescimento. A implantação de uma cadeia produtiva sustentável de relevante potencial socioeconômico pode ser visto como uma alternativa promissora para alavancar o desenvolvimento regional. Esta sinergia, além de contribuir com a configuração de mosaicos produtivos sustentáveis e cumprir com o atendimento a legislação vigente, também agrega valor à qualidade de vida e aos serviços ambientais que estas áreas podem oferecer. Assim, os efeitos positivos promovidos pela inserção da matriz produtiva do dendê, integrados aos remanescentes florestais e com possíveis interfaces com arranjos produtivos locais, podem gerar ganhos significativos ao promover um ambiente sustentável. A pesquisa em questão pretende: analisar os ganhos ambientais e pontos de atenção associados à introdução da matriz produtiva do dendê em áreas antropizadas, considerando a relevância dos remanescentes florestais integrados ao cultivo do dendê, analisar a contribuição do dendê como alternativa para o desenvolvimento local e pontos de atenção observando seu potencial socioeconômico e o estímulo a um sistema produtivo local sustentável e identificar as possibilidades de conexão entre remanescentes florestais, através de sinergias com a matriz produtiva do dendê, configurando um mosaico entre as propriedades e as alternativas de compensação para os déficits de reserva legal.
Ano: 2017
Páginas: 123 f.
Orientação: Salim Jordim; Antonio Furtini
Link para o PDF: Clique aqui
Curso: Mestrado em Uso Sustentável de Recursos Naturais em Regiões Tropicais