09/11/2018 Premiações

Pesquisadora do ITV vence prêmio nacional

A pesquisadora titular do grupo de Biodiversidade e Serviços de Ecossistema do ITV, no Pará, Vera Lucia Imperatriz-Fonseca, foi agraciada com o prêmio de Mérito Científico na 29ª edição do Prêmio Jovem Cientista do CNPq. O anúncio foi feito no dia 30 de outubro, em Brasília, na sede do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A entrega das premiações será realizada em dezembro, em solenidade no Palácio do Planalto.

O Mérito Científico reconhece profissionais com atuação de destaque em áreas relativas ao tema do prêmio que, em 2018, abordou ‘Inovações para Conservação da Natureza e Transformação Social’. A professora e pesquisadora Vera fez sua carreira acadêmica no departamento de Ecologia da USP, onde foi orientada por Paulo Nogueira Neto, importante conservacionista brasileiro. Ela acompanhou o desenvolvimento da implantação do programa de Estações Ecológicas, atuou em orientação de pesquisas em áreas de conservação. É especialista em abelhas nativas, trabalhou na concretização da Iniciativa Internacional dos Polinizadores junto à Convenção da Diversidade Biológica (2000) por meio da coautoria da Declaração de São Paulo para os Polinizadores.

Recentemente, Vera também atuou como co-chair da Avaliação Polinizadores, Polinização e Produção de Alimentos, da Plataforma intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos, indicada pelo governo brasileiro. Orientou alunos e pesquisadores em vários níveis, coordenou projetos temáticos abrangentes, incentivou as coleções regionais de abelhas e a criação de abelhas nativas, além de ter participado de ONGs, associações e comissões estaduais e federais para a conservação e defesa do meio ambiente. “O prêmio dá importância para um tema presente no nosso dia a dia, pois trata da biodiversidade e inovação. Dediquei anos de estudo à Ciência e, por isso, conquistar esse prêmio é uma experiência única”, comemora Vera.

O Prêmio Jovem Cientista contempla as categorias Mestre e Doutor; Ensino Superior; Ensino Médio; Mérito Científico e Mérito Institucional (para instituições dos ensinos médio e superior com o maior número de trabalhos qualificados). Nesta edição, com o objetivo de reforçar a importância da busca por inovações para conservar os recursos naturais e consolidar as transformações sociais, o Prêmio propôs linhas de pesquisas que abordam temas como agricultura familiar, restauração florestal, tecnologias de gestão e economia criativa, mudanças climáticas, inclusão digital, entre outros. O anúncio dos vencedores foi transmitido ao vivo e está disponível no site e redes sociais do Futura (www.futura.org.br).

*Com informações do CNPq