18/05/2017 Ensino

Laboratório do Instituto Tecnológico Vale é inaugurado na Universidade Federal de Ouro Preto

Fachada do laboratório. Foto: arquivo Vale

O Instituto Tecnológico Vale – Mineração (ITV-MI) inaugurou ontem, 17/5, o “Parque Laboratorial do Instituto Tecnológico Vale – ITV”, localizado no campus da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), em Minas Gerais. O laboratório será a base para o desenvolvimento de novas tecnologias que vão apoiar a mineração do futuro.

Ocupando um terreno de 680 metros quadrados e com área construída de 1.200 metros quadrados, em dois pavimentos, a unidade é resultado de um convênio de cooperação envolvendo o ITV e a UFOP, assinado em 2013, que prevê a criação de um macroprograma de pesquisa para melhorar o desempenho da concentração de minério de ferro por flotação. Também faz parte do convênio a possibilidade de investimentos em infraestrutura: o ITV e a Vale se comprometem em financiar a construção de um novo conjunto de laboratórios com o objetivo de dar suporte ao desenvolvimento das pesquisas.

O Instituto Tecnológico Vale, em Ouro Preto, Minas Gerais, que possui um dos laboratórios mais avançados do país, vem investindo cada vez mais em projetos de Robótica. A iniciativa, além de possibilitar o desenvolvimento de soluções inovadoras para as operações da Vale, serve de base para os programas de ensino e de apoio  para o treinamento dos empregados.

O EspeleoRobô, o Robô de Qualificação Mineral na Frente de Lavra, o Sistema de Direção Assistida para Caminhões ForadeEstrada, o Arcabouço para a Teleoperação de Escavadeiras, e o Mapeamento por Drones são alguns dos trabalhos que se destacam. Saiba mais sobre os projetos:

Foto: Raquel Fantoni

O objetivo do ITV é aproximar e juntar forças com a UFOP na pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias que contribuam para a modernização da atividade de mineração. O ITV atua permeando as atividades da indústria de mineração e da universidade, o que permite que as iniciativas de pesquisa sejam testadas em campo. A visão do Instituto é que as iniciativas provenientes das pesquisas proporcionarão o desenvolvimento da região, através do empreendedorismo.

Para o ITV, a mineração do futuro depende do desenvolvimento de novas tecnologias, entre elas na área de Instrumentação & Controle e de Automação. O intuito é tornar a região de Ouro Preto um polo de desenvolvimento dessas tecnologias, uma espécie de “Vale do Silício” para a área de mineração.

“Ter ideias e sonhos é ótimo. Colocá-los em prática e vê-los realizados é ainda melhor. Só tenho a agradecer o empenho de todos que viabilizou esta realização, que é não só da Vale e da UFOP, mas da sociedade como um todo”, avalia Luiz Mello, diretor-presidente do ITV.

Laurindo Leal, diretor científico do Instituto Tecnológico Vale, em Ouro Preto, avalia que a inauguração do Parque Laboratorial do ITV no campus da Universidade Federal de Ouro Preto constitui “mais um marco na consolidação do instituto na região e, consequentemente, uma maior oportunidade de colaboração entre a empresa e universidade que alavanquem os negócios da Vale e criem oportunidades para o desenvolvimento regional”.​