A pesquisa visa ao estudo da biodiversidade com uma abordagem molecular. Busca identificar plantas e animais com o uso massivo de tecnologia de código de barras de DNA e, mais profundamente, com estudos de natureza genômica. Estuda os mecanismos evolutivos e a diversidade genética das espécies. O estudo de micro-organismos como parte importante do meio ambiente é realizado por meio de métodos livres de cultivo, com abordagem de metagenômica e pelo isolamento de espécies com funções de interesse. Isolados eles são estudados para uma compreensão mais detalhada do seu papel no ambiente e para o desenvolvimento de ferramentas de biorremediação ou biolixiviação.